Páginas

domingo, 30 de agosto de 2009

Tele(sem)visão

Ei... assim dizem os capixabas. Carioca fala oi, beleza, e aí, já é, pois é, então...

Comigo acontecem umas coisas...

Alê me emprestou uma televisão até que a minha chegue lá do Rio. Ela é uma Tv tranquila, até que um dia ela decidiu parar do nada. Tudo bem. Era fim de semana e eu nem estava em casa para assistir. Mas daí a segunda chegou. Já era noite quando eu tentei ligar outra vez e só se ouvia as vozes. Nada de imagens. Alguns segundos e pronto! Ela voltou ao normal. Vinha muito bem nas últimas semanas quando outra vez: Pluctplactzumzumzum&%$#@*. Ela parou! Era sábado e eu estava de saída. Nem liguei. Pensei: Ah... segunda ela volta. Passei o domingo tomando um sol e saí o resto do dia. Pra que televisão?

Pois é! Chegou segunda, fui trabalhar e ela nada. Cheguei tarde em casa, sem sono e quando fui tentar ligá-la, nada outra vez. Deixei a luz vermelha piscando pra lá. Uma hora ela voltaria. Fiz o que tinha que fazer, preparei algo pra comer e de repente... vozes. Yes! Teria Tv pra assistir. Mas eram só vozes. Gente, que agonia! Eu sentada na cama ouvindo altos papos em Caminhos das Índias. Tenha dó... Me senti como se estivesse ouvindo aquelas novelas de rádio, sabem? Alguém poderia me dizer a cor do Saree que Maya estava usando? Fiquei curiosa...

FAMÍLIA CARIOCA... dá pra mandar a Tv pelo Drigo esse fim de semana? Amo vocês!

Paz e bem.
Aline.

2 comentários:

Anônimo disse...

Lido e registrado...

Em tempo: Já mandou o texto para o REDATOR?

Bjs... Pai.

guilherme disse...

legal ingraçado e aline so a sua televisao que se pai te deu funçiona aqui em casa ne beijos jornalista