Páginas

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Perto de Ti...

Não podia deixar de relatar esse fato aqui. Não quero apelar, comover e muito menos convencer ninguém. Mas às vezes, ver a essência do que acredito brotar com tanta simplicidade e veracidade, me faz lembrar de coisas que, vagamente, coloco numa caixinha na minha estante de preciosidades. Poucas coisas me fazem chorar. Diante da rotina, das vezes que falta esperança, falta fé... a vida nos mostra de perto, mesmo que seja com muita dor, o Inexplicável que habita em nós. Haja o que houver, venha o que vier, importa a certeza de que um dia vamos encontrar com Ele! No site Genizah encontrei essa reportagem:

-Pastores presos nas ferragens louvam à Deus com hinos e levam os bombeiros às lágrimas.

Dois pastores evangélicos e um motociclista morreram num acidente envolvendo sete veículos, na manhã de ontem, na Rodovia do Contorno, trecho da BR 101 que liga Serra a Cariacica.Os religiosos pertenciam à Igreja Assembleia de Deus e haviam saído de Alegre, município da Região Sul do Estado, rumo a uma convenção estadual da igreja em Nova Carapina II, na Serra.

Os veículos - cinco caminhões, uma moto e um automóvel Del Rey - bateram um atrás do outro. O engavetamento aconteceu às 8h15, no quilômetro 277, na Serra. Os pastores estavam no carro.Tudo começou quando um caminhão freou por causa do intenso fluxo de carros no sentido Cariacica - Serra. Os veículos que vinham atrás dele frearam também, mas o último caminhão - de uma empresa de cerveja - não conseguiu parar a tempo. Com isso, os veículos que estavam à frente foram imprensados uns contra os outros.

Os pastores José Valadão de Souza e Nelson Palmeira dos Santos e o motociclista Jonas Pereira da Silva, 52 anos, morreram no local. Dois outros pastores, que também estavam no Del Rey, sobreviveram, e o motorista de um dos caminhões sofreu arranhões nas pernas. Nenhum dos outros caminhoneiros ficou ferido.O proprietário e condutor do Del Rey é o pastor Dimas Cypriano, 61 anos, do município de Alegre. Ele saiu ileso do acidente e teve ajuda do motorista José Carlos Roberto, carona de um dos caminhões, para sair do veículo.Seu amigo de infância, o pastor Benedito Bispo, 72, ficou preso às ferragens. Socorristas do Serviço Médico de Atendimento de Urgência (Samu) e bombeiros fizeram o resgate dele.

O pastor teve politraumatismo e foi levado para o Hospital Dório Silva, na Serra.A mulher de Benedito chegou a ver o marido sendo socorrido e teve que ser amparada por um familiar. Ela também seguia para a convenção num outro veículo. A rodovia ficou interditada durante vários momentos da manhã de ontem nos dois sentidos. O trecho só foi totalmente liberado no início da tarde.O pastor Dimas Cypriano, que sobreviveu ileso ao acidente na manhã de ontem, no Contorno, contou que usava cinto de segurança e que ficou preso ao tentar sair. Ele dirigia o Del Rey e disse que precisou de ajuda para sair do carro. Mas depois continuou no local, acompanhando os trabalhos de resgate do colega, Benedito Bispo.

Nas mãos, levava uma Bíblia que ficou suja de sangue. Mas isso não impediu que o pastor orasse durante o socorro.O mais comovente do triste episódio, foi o relato dado por 2 pastores sobrevivente, e pelos bombeiros que tentavam tirar os pastores ainda com vida, que estavam presos nas ferragens.As testemunha citadas acima, contam que os pastores Nelson Palmeiras e João Valadão, ainda com vida e presos nas ferragens, em meio a um mar de sangue que os envolvia, começaram a cantar o Hino 187 da harpa cristã:

Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!
Ainda que seja a dor
Que me una a ti,
Sempre hei de suplicar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!
Andando triste
Aqui na solidão
Paz e descanso
A mim teus braços dão
Nas trevas vou sonhar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!
Minh'alma cantará a ti Senhor!
E em Betel alçará padrão de Amor,
Eu sempre hei de rogar
Mais perto
Quero estar meu Deus de ti!
E quando Cristo,
Enfim, me vier chamar,
Nos céus, com serafins irei
Morar
Então me alegrarei
Perto de ti, meu Rei, meu Rei,
Meu Deus de ti!

Aos poucos suas vozes foram silenciando-se para sempre. As lagrimas tomaram conta dos bombeiros, acostumados a resgatar pessoas em acidentes graves, porem jamais viram alguém morrer cantando um hino, como foi o caso dos pastores Nelson Palmeiras e João Valadão .
Fiquei emocionada e sem palavras...
Assim seja!
Paz e bem.
Aline

6 comentários:

Anônimo disse...

Aline, impossível impedir as lágrimas

Que bonita história..Eu os ouço entoando esta canção lá no céu.
Gória a Deus! o o paraíso está em festa.

Tio Daniel.

Vinícius Silva disse...

Ah, que feliz eu fico em saber que a Daiana anda espalhando coisas sobre mim na rua... ainda bem que é pra falar do blog, rs. Essa menina conheceu o PSQC virtualmente e pude perceber o quanto é esforçada, competente e sensível, tanto que passou no curso mais difícil do país, Medicina, em um ótimo lugar que é a UFF.

Mas ela foi falar do blog em pleno carnaval?!?!? Isso é que ser nerd mesmo.

Pois bem, o problema de começar um livro é a "obrigação" de ter que terminá-lo. Aí de vez em quando aparecem umas bombas em nossas mãos.

Pode deixar que irei visitar e comentar em seu espaço também. Obrigado pelo olhos e pelas palavras.

Besos.

Lex disse...

Que belo exemplo de fé. Acima de qualquer credo, é um belo exemplo de fé!

Filipe disse...

Oi, Aline!

Acordei e vim ler você.

Ganhei o dia!

Quanta coisa boa você escreve!

Um beijo grande!

Aline disse...

Vinícius, pois é! Foi numa madrugada, quando o sono decidiu não bater em nossa porta. E ela é sim, uma menina especial!!

Lex... a fé é algo sublime! Idependente de. Ela é!

Filipe... gentileza gera gentileza. Já dizia o profeta!

Anônimo disse...

Precisava ler isto hoje...
Preciso estar perto de Deus sempre, acho que por dois segundos esqueci disto!!!

Simone Nascimento (Jocum)